E mais um FISL se foi

E mais um Fórum Internacional do Software Livre chega ao final. Como todo ano, houveram palestras para todo os gostos, umas de ótima qualidade e outras nem tanto. Não gosto de criticar palestras e nem palestrantes pois, acho um ato de muita coragem se colocar a frente de um  grupo de pessoas, em sua grande maioria muito bem qualificada, sujeito a ser “massacrado” por expor o conteúdo que propôs. Quanto aos stands, percebi a falta de inúmeras empresas que vinha acompanhando o FISL anos e que não estavam presente. Das palestras que assisti a que mais me chamou atenção foi sobre testes usando Django com o Adriano Petrich. Foi uma palestra dinâmica com início meio e fim, muito bem estruturada, de conteúdo claro e muito bem explicado. O palestrante mostrou que dominava o assunto expondo suas opiniões a respeito do conteúdo e explicando o motivo destas opiniões. O ponto negativo da palestra é a falta de educação de pessoas que preferem ficar batendo papo ao contrário de ouvir o conteúdo sendo transmitido.

Apesar de assistir apenas ao último dia do mini curso Ruby on Rails percebi, também, um ótimo domínio do palestrante e a palestra fluiu muito bem. Outra palestra interessante foi sobre a escolha de ferramentas (frameworks) certa para uma determinada tarefa. Na realidade esta palestra não agregou muito, todo bom desenvolvedor sabe que existem ferramentas ótimas para realizarem determinadas tarefas enquanto que estas mesmas ferramentas não são as mais indicadas para outras. A palestra foi boa para atualizar quais as ferramentas estão sendo usadas atualmente.
Um fato que talvez deva ser levado mais em conta na hora de montar a grade do FISL 12 é com relação aos títulos das palestras. Muitas palestras que assisti o título não deixava claro o conteúdo da palestra, esta última citada acima é um bom exemplo. O nome da palestra era “Como ganhar dinheiro com Python.” enquanto que na realidade o foco não foi em dinheiro e sim qualidade/tempo e também não só em python. Acredito que uma maior atenção nos títulos fariam com que diminuisse o número de pessoas que reclamam de palestras.
Em resumo, como sempre, o FISL foi muito bom e já deixa saudades, o pessoal é sempre muito animado e companheiro apesar de ter um número menor de inscrito não senti diferença com relação a quantidade ao público nas palestras/stands tirando o primeiro dia que a área de stands não estava liberada.
E que venha FISL 12!
Anúncios

Fedora + Ubuntu!

Olá pessoal,

Bom, ultimamente tenho lido bastante coisa sobre Ubuntu x Fedora. Sendo usuário do Ubuntu, fiquei curioso e resolvi testar o Fedora 8.
– Adquirindo o sistema:
Nesse ponto o Ubuntu sai muito na frente pois, para instalar o Fedora preciso de um DVD com mais de 3Gb de dados enquanto que no Ubuntu um CD (700Mb) tenho o sistema completo e usável. Outro fator que faz diferença no Ubuntu é o fato de possuir o Live Cd que já lhe mostra uma prévia do que você vai ter assim que instalar o sistema. Além disso o Ubuntu tem o sistema de envio de Cds para quem solicitar em seu site.
– Instalação:
Nesse ponto tanto o Ubuntu quanto o Fedora estão de parabéns, em ambos a instalação ocorreu sem problemas. Na parte de particionamento onde, para quem quer ter mais de um sistema instalado necessita maior atenção, ambos são fáceis de configurar.
– Reiniciando após instalação:
No Ubuntu assim que o sistema reinicia ele já está pronto para usar, pois grande parte do configuração foi feita durante a instalação. No Fedora essa configuração é feita assim que o sistema reinicia. Opinião pessoal, prefiro a forma que o Ubuntu faz. Um ponto positivo na configuração do Fedora é a configuração do Firewal de modo simples. Não lembro de ter visto algo do gênero no Ubuntu, talvez até exista a posibilidade mas não como no Fedora. Nesta parte da configuração, eu selecionei o Firewall como desabilitado, confesso que pequei, pois devia ter deixado o valor sugerido (padrão) e testado se todos os programas que fazem comunicação com a Internet funcionariam sem precisar alterar nenhuma configuração do firewall ou se um aviso dizendo que o software está querendo acessar algo perguntando se é para permitir ou não. Fico na dívida deste teste.
– Conectando com a Internet:
No meu caso a conexão é feita através de um roteador com servidor dhcp então não houve problema algum. Instalei o Fedora para uma colega e o modem ADSL dela é switch bastou adicionar uma nova conexão XDSL no aplicativo de configuração de rede e tudo funcionou perfeitamente. Como esse aplicativo existe no Ubuntu também por ser Gnome então, apesar de não ter testado, possivelmente irá funcionar da mesma forma.
– Atualizações:
Tanto no Ubuntu com no Fedora assim que conecta-se na Internet aparecem várias atualizações a serem feitas. Com Ubuntu apenas coloquei a senha de root e mandei atualizar (a quantidade de pacotes não vem ao caso). Já no Fedora, talvez por não estar acostumado com a ferramenta de atualização, não consegui atualizar ainda. Ele tenta atualizar, quando está verificando as dependências ele falha por não conseguir solucionar o problema em determinado software. Outra coisa que me chamou atenção no Fedora é que algumas vezes ele solicita o Cd que foi usado para instalação. Ainda estou tendo algumas dificuldades para trabalhar com os repositórios disponíveis no Fedora. Além disso, algumas vezes que executei o programa de Adicionar e Remove Programas ele disse que existia ou processo utilizando o programa.
– Instalações:
Tanto no Fedora quanto no Ubuntu existe o “Adicionar e Remover Programas” o funcionamento é bem parecido e ambos funcionaram perfeitamente com a instalação de determinados programas ( amsn, gnome-do, etc…). O que não gostei no Fedora é que sempre ele precisa carregar uma lista de software assim que a aplicação de instalação de programas inicializa e isso demora um certo tempo.
– Impressora:
Tanto no Ubuntu como no Fedora a instalação de uma impressora HP (usb) funcionou perfeitamente.
– Som:
O som funcionou perfeitamente nas duas distribuições porém o microfone só funcionou no Fedora. Ainda não sei o motivo real do microfone não funcionar no Ubuntu, assim que descobrir coloco aqui.
– Webcam + Amsn:
No Ubuntu coloquei a webcam e configurei no Amsn 0.97 o funcionamento foi perfeito. Já o Fedora não reconheceu minha webcam. Talvez o driver que ela necessita não consta na distribuição. Assim que resolver coloco aqui.

Conclusão: A idéia deste post não é criar polêmica sobre uma distribuição melhor ou pior que outra, mas sim mostrar que existem ótimas opções de Linux por aí, vai do gosto de cada um. O que consta escrito acima até pode dar a impressão de superioridade do Ubuntu sobre o Fedora mas, como sou usuário Ubuntu, possivelmente muitas coisas facílimas de resolver no Fedora eu não consegui por falta de conhecimento. Então minha opinião é suspeita, pois uso Ubuntu desde a versão 5.04. O importante é perceber que o Linux está ganhando cada vez mais espaço no Desktop com ótimas alternativas ponto para comunidade. Acredito que ao invés de criarem FUDs sobre Fedora x Ubuntu, deveríamos ajudar ambas as distribuições evoluírem em harmonia (uma melhorando a outra no que cada uma tem de melhor). Pretendo continuar usando o Fedora e me sentir satisfeito como estou com o Ubuntu assim poderei ajudar tanto usuário do Ubuntu quanto do Fedora. Com certeza ambas as distribuições têm muito que melhorar e isso se torna ainda mais fácil com a ajuda de todos. Eu acredito na comunidade Software Livre como uma só e não na comunidade Ubuntu ou comunidade Fedora. Parabéns Fedora, parabéns Ubuntu por fazer nosso dia-a-dia livre de “Janelas” e “Portões” para deixar o Sol e a felicidade entrar :D.

Abraço!