Novo Ubuntu: Unity ou Gnome?

  A última versão (11.04) do Ubuntu foi lançada. Dentre as novidades e mudanças a principal é a alteração do desktop padrão Gnome para o Unity.
Tenho usado o Ubuntu desde a versão 6.04 e, de todas as novas versões, essa é a que mais me afetou.
Cheguei a pensar que o Ubuntu não estaria mais adequado ao meu perfil de usuário. Não que isso seja um problema no Ubuntu mas sim uma opção minha.
Existem mudanças que ainda vão me fazer arrancar alguns cabelos tais como:
– a remoção dos tty1, tty2, ttyn através dos atalhos ctrl+alt+Fn. Geralmente quando tinha problemas com o X apenas acessava um desses terminais e reiniciava o serviço GDM. Hoje ainda não sei como resolverei sem ter que reiniciar o computador.
– remoção da aba de efeitos nas configurações de aparência do Gnome, caso opto por ele ao invés do Unity;
Por essas e outras mudanças comecei a reclamar muito utilizando e testando sozinho essa nova versão. Foi quando parei e pensei:
-Você agindo como um usuário Windows tentando utilizar o Linux, reclamão e preguiçoso e isso é errado!
O Unity é diferente e muito do habitual Gnome, mas se continuar usando Ubuntu então vou teimar (tentar) no Unity. É óbvio que ele tem muito o que melhorar, não creio que esperar essas mudanças seja o ideal, pretendo estar ágil neste ambiente quando essas mudanças chegarem.
Espero que tenha, no Unity, o retorno da produtividade que tenho com o Gnome o quanto antes, isso fará com que possa focar na exploração  das opções de configurações que, em algum lugar, devem existir 🙂 .
Acredito que mudanças sempre virão acompanhadas de muitas críticas, positivas ou não. Só espero que essas críticas sejam bem aproveitadas pelo pessoal da Canonical.
A única mudança que, na minha opinião, não é aceitável é a estabilidade e o desempenho em relação ao hardware. Esses devem ser preservados ou melhorados, jamais deixados de lado em função de design ou qualquer outro motivo.
Faz um dia que uso o Unity, por enquanto tudo bem.

Anúncios

Ubuntu 8.10 atualizado no Vostro 1310

Conforme comentei neste post aguardei um pouco mais para atualizar meu Ubuntu para 8.10. Fiquei esperando experiências de outros usuários. Como não encontrei nada que fizesse eu aguardar mais que poderia afetar o meu sistema, decidi atualizar. Única configuração diferente que tive que fazer foi em relação ao synaptic que não checava a existência de uma nova versão por estar padronizado em verificar versões apenas LTS ( o caso da 8.04 ). Após alterar e fazer uma atualização na árvore de pacotes já comecei a receber aviso da existência de uma versão mais atual do sistema. Aceitei a sugestão de atualização e o processo de atualização começou a iniciar-se. Após baixar os pacotes atualizados a instalação começou a ser feita, para todas as questão de manter ou não os arquivos de configuração antigo eu optei, como o próprio programa de atualização sugere, por manter o já existente. Instalação e configuração concluída, reinício do sistema e pronto 8.10 rodando no meu Vostro 1310. Verifiquei a rede wireless, não funcional, apenas habilitei driver restrito da placa já reconhecido pelo sistema (Broadcom Corporation BCM4312 802.11b/g) e pronto, wireless funcionando. Placa NVIDIA reconhecida e compiz-fusion funcionando. Processo terminado e sistema operacional atualizado e funcional. Tudo isso em aproximadamente 1h com conexão banda larga de 2Mb.