Quantidade não é qualidade [parte 2]

No primeiro post sobre este assunto eu opnei sobre o grande números de distribuições de “fundo de quintal”, não generalizando óbvio, que vem aparecendo ultimamente. Em função disso resolvi tentar entrar em contato com os mantenedores dos projetos. Mandei um e-mail fazendo algumas perguntas em relação a distribuição, qual o objetivo, qual a vantagem, onde se diferenciam, etc… Tentei entrar em contato com 5 dessas distribuições e apenas duas me responderam. Um dos  que responderam não era o mantenedor apenas quem noticiou a release da distribuição. Não é relevante quem ou quais distribuições responderam. Vale salientar que quem respondeu as respostas foram satisfatórias, apesar de eu discordar de algumas opiniões. O que ficou claro é que, se tentei mostrar interesse por esses projetos e não fui ouvido na maioria,  o que posso esperar dessas distros? Excluindo os que responderam que foram bem convincentes em relação aos objetivos das suas respectivas distribuições.

Apesar de existirem bons projetos ainda prefiro utilizar distribuições já difundidas na comunidade por serem bem mais estáveis que pequenas distros.

Agradeço aos que responderam pela atenção despreendida. E deixo no ar a questão da qualidade x quantidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s